Quintas de Baunilha

Atenção: Spoilers Abaixo

Fringe – 2×14: The Bishop Revival

Acho fantástico como semana após semana Fringe continua mantendo a qualidade das suas histórias. Esse novo caso trouxe a arma que os nazistas adorariam ter tido em seu arsenal (e, diga-se de passagem, que alguns militares atuais também gostariam). Uma toxina direcionada, podendo aniquilar grupos pré-determinados de seres humanos ou até uma pessoa específica. Esse episódio também traz revelações sobre Robert Bishop, mostrando que a ciência bizarra presente na família antecede Walter. Achei fofo como Peter se sentiu mal por vender os livros de seu pai, e depois recuperá-los (ou pelo menos boa parte) para fazer as pazes. Isso mostra que a relação pai e filho dos Bishops está bem consistente, algo que parecia impossível no primeiro episódio. E ao final da trama, fica a pergunta: Quem era o cientista genocida e como ele conseguiu reproduzir o experimento de Robert? Isso sem contar o fator idade… Além do caso da semana, o que sempre me deixa feliz são as pequenas realizações de Walter, seja ele “dirigindo”, conferindo com Astrid se o sangue azul não fazia parte da sua imaginação ou dizendo que roxo nunca sai de moda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: